Lince Gelo Seco

A Lince Gelo Seco trabalha com o Gelo Seco produzido pela CRYOBRAS, a maior produtora de Gelo Seco do Brasil, e por meio de revendas e centros de distribuição próprios ou com franquias já nascemos como o maior distribuidor de gelo seco do país. De acordo com nossa cultura corporativa, optamos por oferecer com segurança os produtos da mais alta qualidade e tendo como meta a popularização desse extraordinário produto no Brasil, a exemplo de sua popularidade já atingida em outros países. Através de uma rede estratégica de instalações de fabricação e distribuição de última geração, nós vendemos e distribuímos Gelo Seco de grau alimentício para todos os principais setores em todo o país.

Siga a gente no Facebook

Gelo-seco: o que é, para que serve e como funciona

Gelo-seco. Você sabe o que é isso? Com certeza, já viu em algum show musical ou de algum mágico, na TV ou ao vivo. Aquela fumaça usada para destacar determinada parte de uma apresentação… veio algo à memória?

Já teve curiosidade em saber o que realmente é e as funções que ele tem? Foi justamente para isso que pensamos neste post. Não se trata de truque ou magia, mas de um pouco de química. Vamos às explicações.

O gelo-seco recebe esse nome porque não tem água em sua composição. Trata-se de dióxido de carbono – também chamado de gás carbônico (CO2), parte do ar presente na atmosfera e que soltamos ao respirar – a uma temperatura muito baixa: -78,5º. Esse é o seu ponto de congelamento. É justamente essa temperatura baixíssima que faz o gelo-seco ser tão útil e chamativo para determinadas aplicações.

Algo bem curioso acontece quando o gelo-seco derrete: ao invés de se tornar líquido, vira gás, sem deixar resíduos, como cor ou cheiro. Esse processo tem o nome de sublimação. Parece mágica, mas, como explicamos anteriormente, é química. O ar aquecido entra em contato com o CO2 e rapidamente uma nuvem, densa e branca, é desprendida.

Essa “fumacinha” chama atenção e é vista em drinks nas festas ou em apresentações circenses, teatrais e musicais. Nos eventos, a famosa “fumaça” de gelo-seco é produzida quando há o choque entre o gelo em baixíssima temperatura e a água quente produzida por um equipamento que faz esse processo artificialmente.

Já falamos de duas aplicações do gelo-seco, mas não são apenas essas. Ele é usado também em sorveterias e peixarias, estabelecimentos que precisam de algo bem gelado nos balcões expositores. Isso também ocorre na indústria farmacêutica, já que determinados medicamentos devem ser armazenados em temperaturas muito baixas.

Esse material também é usado na contração de metais: depois de um banho de imersão, o encaixe de peças é facilitado, além de ser um processo eficiente e econômico. Ainda na indústria, o gelo-seco é útil para a limpeza: suas partículas sólidas são impulsionadas em alta velocidade e, no impacto com o equipamento a ser limpo, ocorre a sublimação, deixando a superfície limpa e seca.

O gelo-seco pode ser utilizado ainda para conservação de muitos alimentos por sua praticidade.

Mas, afinal de contas, como ele é produzido? O gás carbônico é colocado em um tanque de alta pressão e logo depois é resfriado a uma temperatura de -28 C. Em seguida, retira-se a pressão e o gás expande, se tornando sólido. O ideal é que o gelo-seco seja utilizado logo após a sua produção. Ele deve ser manipulado com luvas específicas e deve ficar longe das crianças. Sua fabricação e entrega são processos diários.

O gelo-seco é distribuído em blocos, placas e pelotas, que podem ter entre 3 mm e 16 mm.

Entre as suas principais características estão o fato de ser um produto natural – conta apenas com gás carbônico, presente na atmosfera e no processo de respiração do ser humano -, não prejudicar o meio ambiente, ter alta densidade, não dispersar cheiro, ser prático e econômico: com apenas dois quilos de gelo-seco é possível manter 400 picolés resfriados durante o dia inteiro.

Interessante, não é?! Nosso objetivo é apresentar mais informações sobre um produto que vai muito além do entretenimento e está presente em vários setores fazendo parte do nosso dia a dia. 

Sem Comentários

Postar comentário

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial